#001

10:37

(por Isabela)

Eu sou do tipo que acredita que cada ação nossa reflete em alguma coisa no futuro. Seja no pleonasmo de um futuro distante ou na contramão de um futuro próximo. Sempre fiz de tudo pelas pessoas sem esperar nada em troca. Meu pai não precisou me ensinar isso, aprendi só de vê-lo fazendo. Na maioria das vezes, fiz muito mais pelos outros do que por mim mesma. E nunca me importei. Talvez o fato de que sempre fui bem resolvida comigo mesma, em todos os aspectos, tenha contribuído para isso. E posso afirmar que ver que você ajudou alguém, da forma que seja, é tão gratificante quanto ganhar alguma coisa de alto valor monetário. Nem sempre elas me agradeceram e eu sempre compreendi. Afinal, nós, seres humanos pensantes, temos nosso cérebro em constante atividade, ponderando, reclamando, criando empecilhos. É normal que um “obrigado” fique perdido ali dentro, em meio ao caos, depois do baque que é ver uma solução para o que te afligia. 
Mas o ponto é que de tanto fazer pelas pessoas, elas esperam isso de você sempre. E eu não estou falando apenas de mim, é com qualquer um. Você carrega esse fardo nas costas até o último dia da sua vida, e ai de você se negar um sorriso para o próximo. De um ser humano bom, a gente pode virar uma pessoa horrível, egoísta, mal humorada, que não tem amor. Isso porque só foi uma vez.
E não é porque você está sempre disposto a ajudar que você não tem problemas ou é forte o suficiente para aguentar qualquer barra. Quando você não aguenta, é natural que você espere que alguém te ajude a segurar o peso. É do ser humano. Mas então, naqueles dias que você acorda propício ao drama, você percebe que nem todas as pessoas são como você, e que nem todo mundo consegue retribuir. E você precisa carregar o seu mundo desmoronado e estar pronto para sair correndo quando o mundo de alguém precisar de um alicerce. E a parte engraçada disso tudo, é que geralmente essas pessoas reclamam de outras que são egocentristas, mas acabam agindo da mesma forma.
No final, quando paro para analisar tudo isso, penso que talvez as pessoas tenham razão. Talvez eu tenha sido um pouco egoísta ao pensar que o reflexo de ser uma boa pessoa seria que elas fossem boas comigo também. O que importa, no final do dia, é fechar os olhos e ter a sensação de que a minha parte está sendo feita, e acreditar que o universo fará com que tudo se encaixe no seu devido lugar.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Lindo lindo lindo! É bem isso mesmo! O importante é se, achar que não tá fazendo sua parte correr atrás e se estiver fazendo, ficar com o coração tranquilo e acreditar. <3

    ResponderExcluir

Posts Populares

COLETIVE-SE