#010

08:27

(por Isabela)

"Se você sorri, você atrai coisas boas." Me disseram uma vez. Eu escutei, pensei a respeito, mas não por muito tempo. Estava ocupada demais com meus problemas. E pensando agora, será que eles eram realmente um problema ou eu que tornei tudo uma dificuldade? Têm dias que a gente não acorda bem. E se você é mulher, uma vez por mês isso vai se intensificar muito mais. Sou muito à favor de se deixar levar por uma badzinha em algum dia, pra escutar aquelas músicas que te fazem chorar e não se preocupar em ser gentil com ninguém. Você pode dar a desculpa de que não acordou muito bem naquele dia. As pessoas vão entender e algumas podem até te oferecer chocolate. Mas o que eu estava fazendo era me deixar levar por esse "dia oficial da bad" mais do que era considerável saudável. Era todo dia. Havia se tornado a minha primeira desculpa para as poucas palavras que emitia. Havia me tornado uma pessoa que não conseguia aproveitar as pequenas alegrias. Só reclamava. Queria uma solução pra tudo aquilo, mas ao invés disso, só arrumava mais um problema. E no fim, eu era o problema.
Algumas pessoas acham que "nossa, mas estava mal até ontem e hoje acordou bem?" E você que não acorda bem nunca?
Minha amiga me propôs há alguns dias a anotar uma coisa que tinha me feito feliz no dia. Uma versão daquele desafio de fotos usando #100happydays no Instagram. E fazendo isso, eu percebi o quanto eu deixava passar e não aproveitava o que me fazia bem. Parecia que eu queria sofrer, que estava gostando daquela tortura. Minha vida não está como eu imaginava que estaria. Quando era mais nova, achei que com 22 anos já teria meu próprio apartamento e teria ido assistir aos jogos Olímpicos em Londres. E acho que nunca vou chegar a conclusão de se eu fiz de menos ou se esperei demais do futuro.
Ontem enquanto ia para o trabalho, ao invés de reclamar que estava chovendo, comecei a me lembrar do final de semana com os meus amigos e como tinha sido bom. Como, por mais que eu tenha acordado no mau humor costumeiro no sábado de manhã, eu consegui esquecer das reclamações e aproveitar o momento. A vida é feita sim de momentos, por mais clichê que seja. Vale da gente escolher se quer lembrar das partes boas, ou ficar remoendo tudo aquilo que nos incomoda. Ainda se resolvesse alguma  coisa, mas só piora. Vale da gente escolher se vamos sair de casa de cara fechada, reclamando que tem que ir trabalhar, preso na rotina, ou se vamos sorrir e pensar no que podemos fazer para mudar o que não estamos satisfeitos na nossa vida. Vale da gente escolher se vamos cruzar os braços ou abraçar um desafio novo a cada dia.
Só vale da gente escolher.
Só vale da gente fazer. 
E sorrir.

You Might Also Like

0 comentários

Posts Populares

COLETIVE-SE